“Por que não estou conseguindo falar bem em público?” – 5 Dificuldades e como Resolvê-las!

“Por que não estou conseguindo falar bem em público?” – 5 Dificuldades e como Resolvê-las!

Nós somos animais linguísticos. A comunicação falada faz parte de nossa natureza. “Não deveria ser tão difícil falar em público!”, você deve estar imaginando. É verdade, nem sempre é fácil desenrolar esta habilidade.

Não é da noite para o dia que se desenvolve a capacidade de se expressar bem. Algumas pessoas entram em pânico apenas pela ideia de ter que se apresentar em público. Mas a verdade é que todos nós, mais cedo ou mais tarde, vamos precisar se comunicar para atingir nossos objetivos.

Então qual é o problema? Por que não estou conseguindo falar bem em público? Este artigo vai abordar algumas dificuldades percebidas por pessoas que querem se expressar com melhor dicção e clareza. Se você também quer atingir seus objetivos e se comunicar melhor, este artigo é feito para você.

Primeiro, vamos alistar aqui as dificuldades. Veja se você se identifica com alguma delas. Depois, entregarei a você formas de se lidar com sua dificuldade específica. Não saia sem deixar o seu comentário sobre como este artigo te ajudou!

Já Tentou Identificar Qual É A Sua Dificuldade?

Segue abaixo uma lista de dificuldades. Não são todas, mas as ramificações delas englobam praticamente todos os problemas que uma pessoa pode ter para se expressar. Veja se a sua é uma destas.

Sugiro uma leitura completa. Mas se preferir fique a vontade para passar os olhos nos tópicos e ir direto para ao ponto que te chamar mais atenção.

Dificuldade #1 Para Falar Bem Em Público: Nervosismo

A tensão – antes mesmo de se começar a falar – já atrapalha bastante. Infelizmente o nervosismo pode trazer sintomas indesejáveis. Dentre eles, a confusão mental, tremor na voz e no corpo, suor excessivo, dor de barriga, vontade de urinar constante… e por aí vai. Se você já passou por isso, sabe do que estamos falando.

Dificuldade #2 Para Falar Bem Em Público: Não Saber “O Que” Dizer

Muitas vezes queremos ou precisamos transmitir algo e parece que as palavras não aparecem. É comum ouvirmos, por exemplo, uma pessoa dizer: “Eu conheço do assunto, mas não sei como falar…” Quando não sabemos exatamente o que vamos dizer, a qualidade da nossa apresentação fica muito comprometida.

Dificuldade #3 Para Falar Bem em Público: Não saber “Como” Dizer

Um desafio que se estende ao mencionado antes é não saber “como” dizer. Muitas pessoas alegam dominar seu conteúdo. Mas não sabem como temperá-lo para se fazer uma boa apresentação. Em outras palavras, não sabem como falar de um modo que as pessoas queiram ouvir.

Dificuldade #4 Para Falar Bem Em Público: Uso Do Esboço

O esboço é uma prévia (ou roteiro) do que você pretende dizer. Pode ser um papel que deve conter as ideias do seu discurso. Ou pode ser uma linha de raciocínio mental que te guia ao longo da palestra.

A forma mais tradicional de se ter um esboço é anotar numa folha de papel. O problema é que nem sempre sabemos como elaborar o esboço. Além disso, alguns usam o esboço da forma incorreta.

Dificuldade #5 Para Falar Bem Em Público: Falta de Experiência

Como vou desenvolver minha habilidade de oratória se não tenho experiência em falar em público? Essa reflexão é simples e lógica. Os melhores palestrantes nem sempre tiveram o sucesso que têm hoje.

A experiência vem com o tempo. Mas será que tem alguma formula para se acelerar este processo? Sim, mas vai depender de alguns esforços da sua parte.

E Agora, Como Resolver Estes Problemas?

E aí, conseguiu identificar qual é o seu maior problema?

Abaixo segue várias sugestões sobre como resolver estas dificuldades. Vou entregar nas suas mãos. Coloque em prática sem demora e comece a trazer para fora o(a) excelente palestrante que existe dentro de você!

Para Baixar Gratuitamente o Guia Completo: 29 Truques Da Fala, clique aqui.

Resolver Dificuldade #1 Para Falar Bem Em Público: Nervosismo

Primeiramente, saiba que você nunca vai eliminar 100% do seu nervosismo. Mas não te digo isso pra te desanimar, na verdade esta é uma boa notícia. “Sério? Como assim?” você talvez esteja pensando. Daqui a pouco te explico. (rss…) Antes, veja algumas sugestões para você não deixar o nervosismo dominar você.

Procure uma evolução gradativa. Imagine o nervosismo como um bicho que te persegue, e a princípio é mais forte que você. Será que pular em direção a ele de peito aberto é a melhor maneira de combatê-lo? Não! Pra lutar contra um bicho deste porte, você deve se preparar primeiro.

É muito bom puxar a responsabilidade para si (neste caso, isso significa ir com tudo). Mas quando somos muito tensos para falar em público, talvez este não seja o melhor modo de superar o medo.

Primeiramente, você pode começar olhando as pessoas de um modo diferente. Pense nelas como amigas e não como críticos. Boa parte do nosso medo se deve ao fato de que achamos que as pessoas nos avaliam todo tempo de modo negativo.

Se você foi convidado para falar em público, saiba que você já possui o respeito de algumas pessoas e tem algo de valor a transmitir. Ter este conceito positivo sobre as pessoas (o que inclui você mesmo) é a primeira bofetada que você dá no “bicho”.

Um segundo passo fundamental para dominar o nervosismo é se preparar bem. Quanto mais familiarizado com seu conteúdo, mais tranquilo você será ao transmiti-lo. Ganhará a confiança necessária para falar e vai driblar os sintomas da ansiedade.

Se Quiser Uma Ajuda Profissional Para controlar sua Ansiedade, conheça o Curso “Gerenciando a Sua Ansiedade”, ministrado pelo renomado Doutor AUGUSTO CURY

Como medidas adicionais, procure se soltar mais no dia-a-dia, se relacionando e se envolvendo mais com as pessoas. Quando você consegue se relacionar bem com as pessoas e construir boas amizades, você também consegue fazer isto com uma plateia.

Explore os sorrisos. O sorriso é uma excelente arma para combater “o bicho”. Ele traz leveza ao seu cotidiano, bem estar às pessoas que estão próximas a você. Sempre que for apropriado, sorria em suas palestras. Ele vai te ajudar a quebrar o gelo.

Outra coisa fundamental é caprichar na sua introdução. As palavras iniciais são fundamentais em qualquer discurso. Além disso, é na hora das palavras iniciais (e um pouco antes) que os sintomas do nervosismo são mais fortes. Ou seja, fazendo um bom começo, você domina boa parte da adrenalina que poderia prejudica-lo(a).

Não evite ocasiões em que estará cercado de gente por causa do nervosismo. Mas ao mesmo tempo, não caia de cabeça sem estar preparado – essa é a jogada. A cada sugestão desta que você colocar em prática, é uma bofetada a mais no “bicho” do nervosismo, e logo você vai dominá-lo.

Como falei antes, não poder acabar 100% com o nervosismo é uma boa notícia. Por que? É uma boa notícia pelo seguinte: A tensão que temos ao enfrentar um desafio produz químicas em nosso cérebro que não seriam ativadas de outra forma.

Portanto, tente canalizar esta energia causada pela adrenalina de falar em público e use-a para dar forças e sentimentos às suas palavras.

Resolver Dificuldade #2 Para Falar Bem Em Público: Não Saber “O Que” Dizer

Saber “o que” dizer significa ter pleno conhecimento do assunto. Quando dominamos o conteúdo que vamos palestrar, nossas palestras podem ser excelentes. Existem pelo menos duas formas de se dominar um conteúdo:

  • Pela experiência;
  • Por pesquisar a respeito.

Se o seu caso é o primeiro (tem experiência), procure resgatar de sua memória todo seu conhecimento e domínio a respeito do assunto que você vai falar. Esta bagagem de vida tem valor incalculável e vai agregar muito valor para o seu público.

Adquirir este tipo de domínio vai te proporcionar fazer palestras com muita confiança, além de contribuir para que você seja reconhecido como autoridade no assunto.

As pessoas gostam muito de experiências reais e relatos verídicos da vida das pessoas. Mas evite se vangloriar. Evite o uso excessivo da palavra “eu”. O público se sente incomodado quando a palestra caminha para um tom de autopromoção.

A segunda forma de se dominar um conteúdo é por fazer pesquisa. Você costuma pesquisar bastante? Este passo pode ser fundamental para agregar novidades e informações relevantes para sua audiência.

Caso você seja convidado a fazer uma palestra e não domine o assunto, não se desespere. Com as técnicas de oratória corretas, você poderá falar com a mesma convicção do que alguém que seja autoridade no assunto. Mas para que isso aconteça, você deve ter primeiro um bom alicerce de conhecimento.

Você vai conseguir este alicerce pesquisando. Lembre-se de que “pesquisa” não é apenas se enfiar com a cara em livros. Você pode também entrevistar pessoas. Converse e procure conhecer pessoas que possuem experiência no assunto.

Se possível, assista a outros palestrantes que abordam o tema em questão e pegue carona na autoridade deles. Observação interessante: Quando você cita alguém que é autoridade num assunto, mesmo que seja apenas uma pequena frase numa citação, parte daquela autoridade (reconhecimento) é lançada sobre você.

Portanto, não deixe de direcionar os créditos a uma fonte confiável de pesquisa, quer seja de um material de estudo, quer seja de uma pessoa. Você será reconhecido como alguém que “sabe o que diz”.

Para Baixar Gratuitamente o Guia Completo: 29 Truques Da Fala, clique aqui.

Resolver Dificuldade #3 Para Falar Bem em Público: Não saber “Como” Dizer

Uma vez que você sabe o que dizer, deve se preocupar com “como” dizer. O que significa isso?

Significa que você não vai entregar seu conteúdo de qualquer jeito. Existem métodos lógicos e comprovados para se passar informações. Você deve, então, ter um método e organizar seu discurso de acordo.

Alguns destes métodos podem ser estudados detalhadamente nestes outros artigos abaixo:

Além da metodologia, é importante usar a simplicidade e naturalidade dos elementos de uma conversação normal. Como assim? Nossas conversas do dia-a-dia não nos trazem a mesma tensão que uma palestra diante de centenas ou milhares de pessoas. Nossos discursos podem possuir alguns aspectos parecidos para ganharem vida.

Como exemplos de “elementos de conversação”, podemos citar os sorrisos, os gestos e expressões corporais e faciais, o contato “olho-no-olho”, as perguntas, a simpatia, a empatia – entre muitos outros.

Ou seja, todos estes componentes que afloram numa conversa normal podem fazer uma apresentação em público brilhar, desde que usados nos momentos certos e com equilíbrio. Vão evitar um tom de discurso robótico e excessivamente formal – o que não contribui em nada para sua conectividade com o público.

Por exemplo, procure olhar nos olhos de alguns ouvintes, por uns segundos. Quando falar de coisas tristes e negativas, seja sério (proporcional e coerentemente). Quando falar de coisas positivas e alegres, sorria. E assim por diante.

Saiba “como” falar por refletir suas próprias emoções. Seja verdadeiro.

Resolver Dificuldade #4 Para Falar Bem Em Público: Uso Do Esboço

Usar corretamente um esboço está relacionado com alguns dos passos mencionados anteriormente. Mas para ir direto ao ponto, saiba que o melhor esboço não é uma redação integral da sua palestra.

Para ilustrar isto, pense numa apresentação de slides. Quando você olha para a projeção e vê uma enxurrada de informações, a vista pede descanso. Em contrapartida, é muito agradável ver um slide limpo e com poucas informações.

Dessa forma, procure anotar em seus esboços apenas frases chaves, que te lembrem do que deve ser dito. Se você escrever palavra por palavra, a tendência é você se prender às suas anotações e fazer um discurso quadrado. Vai perder a cativante naturalidade que sua palestra deveria ter.

#Na Sua Opinião, qual desses esboços proporcionará um discurso mais agradável?

Observe o exemplo na imagem acima e veja o modo certo de elaborar um esboço. (O correto é o da direita)

Apegue-se as suas ideias, e não se prenda às palavras. Use seu vocabulário e transmita de coração suas ideias, aplicando seu conhecimento sobre “o que” dizer e “como” dizer. Exercite bem esta habilidade e você fará palestras irresistíveis.

Resolver Dificuldade #5 Para Falar Bem Em Público: Falta de Experiência

A passagem do tempo traz verdadeiras vantagens em vários aspectos da vida. Por exemplo, é visível a diferença de desempenho de um palestrante veterano de um palestrante novato.

Mas não se deixe intimidar. Você pode equilibrar sua possível falta de experiência com ajuda de certos hábitos de oratória.

A primeira coisa é desenvolver iniciativa. Sempre se disponha a falar, quando certa situação exige isto. Pode ser no seu trabalho, na escola, na vizinhança – sempre surgem necessidades de comunicação. Seja o primeiro a se manifestar.

Outra coisa muito boa é se tornar um ávido leitor, e desenvolver o costume de ler todos os dias em voz alta. Sua capacidade mental e dicção vão dar um salto fora de sério. Além disso, acostume-se a contar para outras pessoas as coisas que você aprende. Se adquirir este hábito, estará praticando sua oratória quase sem perceber.

#De vez em quando você pode gravar vídeos para auto-avaliar seu desempenho como Palestrante

Também é de ajuda realizar sessões de ensaio mesmo sem ter uma data para uma próxima apresentação. Leu uma revista ou jornal? Exercite sua oratória gravando um áudio falando a respeito do conteúdo que aprendeu. Quer dar um passo além? Grave vídeos regularmente sobre certo tema e avalie o seu próprio desempenho!

Existem muitas formas de se adquirir mais experiência, mesmo sem subir num palco propriamente dito.

E aí, gostou?

E aí, o que você aprendeu? Será que com estas dicas de oratória você estará melhor preparado para encarar o desafio de se falar em público?

Para ter acesso ao curso completo de oratória online, clique aqui e Não deixe de me contar aqui nos comentários o que você achou. Se quiser saber mais sobre o curso do Renomado Doutor AUGUSTO CURY, sobre como controlar a ansiedade, apenas clique na imagem abaixo

Se tiver dúvidas ou sugestões para um próximo artigo, também fique a vontade e escreva nos comentarios abaixo. Até a próxima! 😉

“Por que não estou conseguindo falar bem em público?” – 5 Dificuldades e como Resolvê-las!
5 (100%) 1 vote

Acho que Você vai Gostar destes Artigos Também....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *